Parque Tecnológico participa da abertura de programa de apoio a pequenas indústrias

09/07/2019 | Ascom/IMD | EVENTO | EMPREENDEDORISMO


Empresas credenciadas ao Parque Tecnológico Metrópole Digital participaram, na tarde desta segunda-feira (08), do evento de abertura do Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias (PROCOMPI), executado pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL/RN).

A reunião teve como principal intuito dar início às atividades do programa, que visa o desenvolvimento e fortalecimento de empresas de diferentes áreas, incluindo a de Tecnologia da Informação (TI), como forma de promover interação e competitividade para diferentes nichos de mercado.

Para isso, o PROCOMPI oferece uma série de capacitações, cursos e encontros, além de formar um grupo de 12 empresas que aquecem o mercado de TI. Dentre elas, encontram-se Evolux, TecSoft e Activesoft, além da Void 3D e ECOMP, empresas vinculadas ao Parque ou à incubadora Inova Metrópole.

Reunião

Para dar início ao encontro, a superintendente regional do IEL, Maria Angélica Teixeira, falou sobre a importância dessa iniciativa para o mercado local.

“Com o PROCOMPI, temos contato com vários empreendedores. E em todos os segmentos percebemos a necessidade de automação de processos, softwares, entre outros, e isso demonstra a importância de vocês, empresas de tecnologia, para o suprimento dessa demanda”, ressaltou Teixeira.

O programa, que acontece em todo o país e que reúne empresas de diferentes nichos de mercado, foi criado com o principal intuito de fomentar competitividade e cooperativismo institucional.

“Nós já atendemos empresas das áreas de água mineral, bebidas, sorvetes, entre outros. Tudo isso para criarmos uma ambiente favorável à economia e que auxilie os micro negócios do Estado”, conta Maria Angélica Teixeira. As atividades oferecidas às empresas de TI acontecerão até janeiro do próximo ano.

MOSE Competence

Em seguida, os participantes assistiram uma palestra sobre o MOSE® Competence (Modelo Orientador para o Sucesso de Empreendimentos), certificação que permite às empresas de tecnologia atestarem sua total adequação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) de 2018.

“Com a nova lei, todas as empresas do Brasil devem cumprir um rigoroso controle de uso de dados dos seus clientes, estando elas sujeitas a multas milionárias. Assim, quem receber a declaração MOSE certificará que segue todos os critérios apontados pela LGPD, diminuindo os riscos”, explica Guilherme Berbet, CEO da MOSE Competence.

A ferramenta oferece certificação em cinco quesitos diferentes – talento humano, gestão e qualidade, cliente e mercado, inovação e sociedade e sustentabilidade. Para isso, a instituição promove uma série palestras, diagnósticos, consultorias, entre outros serviços.