Notícias

BlinDog recebe investimento de 300 mil reais no programa de TV Shark Tank

15/07/2019 | ASCOM IMD | EVENTO | INOVA | EMPREENDEDORISMO


A BlinDog, empresa vinculada à incubadora Inova Metrópole, do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), recebeu, na última sexta-feira (12), após participar do programa de TV Shark Tank, um investimento de 300 mil reais.

Especializada em produtos tecnológicos para cachorros, a BlinDog alcançou reconhecimento no programa, gravado em maio pelo canal Sony, por meio do empresário João Appolinário, presidente e fundador da Polishop. Segundo as sócias Luana Wandecy e Natália Dantas, o investimento representa uma meta alcançada.

“Foi tenso, emocionante e surpreendente até para nós. Mas foi realmente o que a gente queria, nosso foco era João Appolinário e conseguimos. Ficamos muito satisfeitas com o resultado”, conta Luana Wandecy.

Negociações

Programa que oferece a oportunidade de empresas de todo o Brasil fecharem acordos com os grandes investidores do mercado (“sharks”), o Shark Tank contou com uma negociação acirrada para a BlinDog.

Inicialmente, a startup propôs aos investidores um valor de 300 mil reais por 6% da empresa. Após a apresentação de seu produto – uma coleira criada para auxiliar cachorros cegos – e de abordarem temas como faturamento e mercado, a BlinDog finalizou as negociações com Appolinário, que ofereceu 300 mil reais por 33%.

“No final, ele decidiu investir em nós, com a condição de que não ficássemos só com um produto, mas criássemos uma linha de pets, a ser disponibilizada em todas as lojas Polishop”, conta Luana Wandecy.

Perfil empreendedor

As sócias contam que, para ganhar reconhecimento no programa, é preciso mais do que um produto que chame atenção: é necessário ter um bom perfil empreendedor.

“Apesar de no programa só aparecerem 15 minutos de negociação, conversamos por uma hora com os investidores. A todo o tempo era pergunta sobre Luana e Natália, sobre o nosso perfil de empreendedoras. Você pode ter um produto extraordinário, mas, sem um bom perfil, fica difícil negociar”, explica Luana Wandecy.

Para as sócias, a participação da startup no Shark Tank foi positiva não apenas pelo investimento, mas pela visibilidade gerada pelo programa, que, além da Sony, é televisionado pela rede Bandeirantes.

“Mas só a parte de estar lá já foi um grande passo. Não era só o investimento em si, a gente estava se lançando pra o mercado, além de tudo”, avalia Natália Dantas.

Diretor do Parque Metrópole participa de visita de investidores chineses em Macaíba

12/07/2019 | Ascom/IMD | PARQUE TECNOLÓGICO | VISITA


O diretor do Parque Tecnológico Metrópole Digital, professor Anderson Cruz, acompanhou ontem (11) a visita de uma comitiva de investidores chineses ao Instituto Santos Dumont (ISD), Organização Social (OS) que atua em áreas como educação e neurociências, e que mantém parceiras com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

O principal propósito do encontro foi o de conhecer um espaço físico não utilizado do Instituto – localizado em Macaíba (RN) – de modo que, em um futuro próximo, empreendedores chineses possam investir e enviar empresas de seu país para a criação de um parque empresarial do Estado.

“A ideia deles é usar uma ampla estrutura do ISD para ser sede de um novo parque. Nós, do Parque Metrópole Digital, seremos a célula digital, que os auxiliará nos serviços de Tecnologia da Informação (TI), de indústria 4.0, entre outras atividades”, explica  Anderson Cruz.

Atualmente, a construção do prédio encontra-se em fase de finalização. A previsão, segundo o professor, é que o novo parque seja implementado em 2021.

Além de Anderson Cruz e de representantes do ISD, estiveram presentes na visita o secretário geral da Associação Brasileira de Empresas Chinesas, Zhang Xin, e o CCO da State Power Investiment Corporation (SIPC Brasil) – instituição especializada na produção de energia elétrica.

 

Parque Tecnológico e Inova Metrópole realizam segunda edição do Conexão Potiguar

11/07/2019 | Ascom/IMD | INOVA | EMPREENDEDORISMO | PARQUE TECNOLÓGICO


O Parque Metrópole e a incubadora Inova Metrópole, em parceria com a comunidade Jerimum Valley, a Incubadora Tecnológica Natal Central (ITNC) e o Cubo Hub, realizam a segunda edição do Conexão Potiguar no próximo dia 16 de julho. A inciativa visa reunir atores do cenário empreendedor natalense a fim de discutir os mais recentes temas relativos à tecnologia, inovação e empreendedorismo. 

Voltado para a comunidade empreendedora da área de tecnologia, o evento acontece no Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN) a partir das 19h. Nessa segunda edição, a discussão gira em torno do tema “Publicidade, Tecnologia e Inovação”.

Inscrições 

Estudantes de graduação ou pessoas interessadas na área do Empreendedorismo também podem participar do evento, que oferece 60 vagas para o público e cujas inscrições podem ser feitas gratuitamente no seguinte endereço eletrônico.

Para fomentar a discussão, o Conexão Potiguar recebe convidados oriundos do campo da Comunicação com ênfase e experiência no mercado de Marketing Digital e Empreendedorismo. Irão compor a mesa de debates a professora do curso de Publicidade e Propaganda da UFRN Marcela Costa, a docente e pesquisadora em Estudos da Mídia Lívia Cirne, e o comunicólogo e CEO da Mobister, Thiago Lins.

Cada um dos convidados discorrerá sobre o tema central do evento partindo do ponto de vista de sua área específica de atuação. Ao final do encontro, o público terá espaço para interagir com a banca.

Parque Tecnológico participa da abertura de programa de apoio a pequenas indústrias

09/07/2019 | Ascom/IMD | EVENTO | EMPREENDEDORISMO


Empresas credenciadas ao Parque Tecnológico Metrópole Digital participaram, na tarde desta segunda-feira (08), do evento de abertura do Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias (PROCOMPI), executado pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL/RN).

A reunião teve como principal intuito dar início às atividades do programa, que visa o desenvolvimento e fortalecimento de empresas de diferentes áreas, incluindo a de Tecnologia da Informação (TI), como forma de promover interação e competitividade para diferentes nichos de mercado.

Para isso, o PROCOMPI oferece uma série de capacitações, cursos e encontros, além de formar um grupo de 12 empresas que aquecem o mercado de TI. Dentre elas, encontram-se Evolux, TecSoft e Ativa Soft, além da Void 3D e ECOMP, empresas vinculadas ao Parque ou à incubadora Inova Metrópole.

Reunião

Para dar início ao encontro, a superintendente regional do IEL, Maria Angélica Teixeira, falou sobre a importância dessa iniciativa para o mercado local.

“Com o PROCOMPI, temos contato com vários empreendedores. E em todos os segmentos percebemos a necessidade de automação de processos, softwares, entre outros, e isso demonstra a importância de vocês, empresas de tecnologia, para o suprimento dessa demanda”, ressaltou Teixeira.

O programa, que acontece em todo o país e que reúne empresas de diferentes nichos de mercado, foi criado com o principal intuito de fomentar competitividade e cooperativismo institucional.

“Nós já atendemos empresas das áreas de água mineral, bebidas, sorvetes, entre outros. Tudo isso para criarmos uma ambiente favorável à economia e que auxilie os micro negócios do Estado”, conta Maria Angélica Teixeira. As atividades oferecidas às empresas de TI acontecerão até janeiro do próximo ano.

MOSE Competence

Em seguida, os participantes assistiram uma palestra sobre o MOSE® Competence (Modelo Orientador para o Sucesso de Empreendimentos), certificação que permite às empresas de tecnologia atestarem sua total adequação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) de 2018.

“Com a nova lei, todas as empresas do Brasil devem cumprir um rigoroso controle de uso de dados dos seus clientes, estando elas sujeitas a multas milionárias. Assim, quem receber a declaração MOSE certificará que segue todos os critérios apontados pela LGPD, diminuindo os riscos”, explica Guilherme Berbet, CEO da MOSE Competence.

A ferramenta oferece certificação em cinco quesitos diferentes – talento humano, gestão e qualidade, cliente e mercado, inovação e sociedade e sustentabilidade. Para isso, a instituição promove uma série palestras, diagnósticos, consultorias, entre outros serviços.

 

BlinDog participará de programa Shark Tank nesta sexta

09/07/2019 | ASCOM | INOVA | INOVAÇÃO


Startup potiguar que tem sido destaque no mercado por seus produtos tecnológicos para cachorros, a BlinDog, empresa vinculada à incubadora Inova Metrópole, do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), será atração no programa Shark Tank, do canal Sony, nesta sexta-feira (12).

O programa, gravado em maio e que vai ao ar às 22h, contará com a participação das empresárias Luana Wandecy e Natália Dantas, CEO e CMO da BlinDog. Segundo elas, a experiência de participar da série de TV trouxe à empresa uma rica oportunidade de divulgação de seu trabalho.

“Mais do que os investimentos envolvidos no show, sabemos que aparecer em rede nacional é uma ótima oportunidade para nosso negócio. Além da divulgação em TV, o vídeo fica registrado no streaming e isso é muito bom para nossa publicidade”, avalia Luana Wandecy.

Shark Tank

Série de televisão com quatro temporadas já produzidas, Shark Tank é um programa que envolve publicidade, empreendedorismo inovador e investimentos.

Diante de cinco investidores milionários (conhecidos por “Tubarões”), as empresas participantes devem expor suas ideias de negócio em busca de receber financiamento. As propostas que interessarem aos investidores ganham verba e os “Tubarões”, em contrapartida, recebem de volta uma porcentagem dos lucros da empresa.

“Já acompanhávamos há muito tempo esse programa, que consideramos o melhor para divulgação empresarial”, expõe Natália Dantas. Segundo ela, as inscrições começaram no início deste ano e, junto da BlinDog, outras 63 empresas participaram das gravações do show de TV.

Criado nos Estados Unidos, o Shark Tank hoje é produzido em vários outros países do mundo, como Austrália, Portugal, Itália, entre outros. No Brasil, a série é transmitida também em canal aberto, pela Rede Bandeirantes.

BlinDog

Empresa vinculada à Inova Metrópole desde 2017, a BlinDog é uma startup que tem ganhado visibilidade no cenário nacional e internacional. Dentre os produtos desenvolvidos pela empresa, se destaca a “coleira inteligente”, que ajuda cachorros cegos a desviarem de obstáculos.

Além disso, a BlinDog tem em mente um segundo produto, que segue a mesma lógica da coleira, mas que visa conduzir o comportamento do cachorro sobre os lugares em que ele pode ou não estar, como camas, sofás, entre outros.

Maior startup de logística e e-commerce do Brasil realiza evento no IMD

04/07/2019 | Ascom/IMD | EVENTO | PARQUE TECNOLÓGICO


A empresa Loggi, maior startup de logística e e-commerce do Brasil, vai fazer no dia 1º de agosto, na sede do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), uma palestra sobre o impacto de suas ações para o varejo online no Brasil, com enfoque em tecnologia.

O evento – cujas inscrições são gratuitas e já estão abertas, por meio deste site – é voltado para profissionais empreendedores de e-commerce e estudantes de Tecnologia da Informação (TI), acontecendo no auditório B205 do IMD. A palestra terá início às 14h. 

Oportunidades de trabalho

O momento também não deixará de ser uma oportunidade para os alunos dos últimos períodos e recém-formados em cursos de graduação e pós-graduação que estejam procurando colocação no mercado para trabalhar com desenvolvimento de software. No próprio endereço eletrônico para fazer a inscrição no evento, é possível conhecer as vagas de trabalho disponíveis para contratação e envio de currículo.

Para pós-graduando, a Loggi atualmente conta com um número expressivo de desenvolvedores que são mestres e doutores, existindo oportunidades de trabalho para pesquisa aplicada e um programa de seleção diferenciado para alunos com um elevado background acadêmico.

Convidados

Para participarem das discussões, foram convidados os representantes da Loggi André Paim (Head of Reserch), Guilherme Ribeiro (Employer Branding Coordinator) e os engenheiros de software Akio Nakamura e Rodrigo Soares.

Na ocasião, os profissionais falarão sobre a empresa tem atuado na área do comércio online, pontuando os desafios tecnológicos já enfrentados e mostrando todo o caminho trilhado pela equipe para fazer da Loggi uma empresa bilionária.

Empresa Unicórnio

Para as startups orçadas em 1 bilhão de dólares ou mais, é dado o título de “Unicórnio”, termo lúdico nascido no Vale do Silício. No mês passado, a Loggi, criada em 2014 em São Paulo, alcançou essa marca.

Com investimentos recebidos por corporações como SoftBank, Microsoft e GGV, a empresa tornou-se a oitava startup brasileira a receber esse título, junto com iFood, Nubank, 99, entre outras.

Presente em 36 municípios brasileiros, a Loggi trabalha diretamente com logística de comércio online. São 100 mil entregas de mercadorias feitas diariamente pela startup e a meta para os próximos cinco anos é aumentar o número para 5 milhões por dia. Hoje, a empresa atende grandes marcas, como Mercado Livre e Dafiti.

Inova Metrópole realiza festa de São João para empreendedores

01/07/2019 | Ascom/IMD | EVENTO | INOVA


Músicas regionais, comidas típicas e dança de quadrilha junina deram um novo rosto à manhã de trabalho da incubadora Inova Metrópole na sexta-feira passada (28), quando celebrou o “São João da Inova”. O evento aconteceu no Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), sede da incubadora, e contou com a participação das empresas inseridas nos programas de incubação e pré-incubação. 

Realizado anualmente, o “São João da Inova” é um evento organizado pelos membros da incubadora de empresas e também contou com a participação da equipe do Parque Tecnológico Metrópole Digital. 

Para a gerente executiva da Inova Metrópole, a professora Iris Pimenta, o evento marca o fim de mais um semestre de trabalhos e atividades da incubadora, que atualmente colabora com o desenvolvimento de 26 empresas, entre incubadas e pré-incubadas. Além disso, ela destaca a importância de momentos que promovam a integração entre as startups

“Aqui na Inova Metrópole buscamos sempre fazer eventos que promovam a interação entre os nossos empreendedores. Acreditamos que momentos com estes são oportunidades para, além de descontrair, promover um networking e maior sinergia entre as empresas. Trabalhamos muito, a correria nas empresas é grande, mas essas ocasiões são essenciais para energizar e integrar ainda mais”, destaca a gerente.

Inova Metrópole firma parceria para integrar programa SebraeLab x Darwin Startups

27/06/2019 | Ascom/IMD | INOVA | EMPREENDEDORISMO


A Inova Metrópole, incubadora de empresas do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), acaba de firmar parceria para participar da primeira edição do Programa de Pré-aceleração “SebraeLab x Darwin Startups”, ação promovida pelo Sebrae e que tem por objetivo oferecer capacitação de alto impacto às startups em estágio de operação avançada.

O programa será realizado no SebraeLab, espaço localizado na sede do Sebrae, em Lagoa Nova. Participam da aceleração dez startups potiguares, que receberão, durante os quatro sábados do mês de julho, capacitação empreendedora por meio de uma série de mentorias, com o intuito de preparar essas empresas para serem aceleradas ou receberem investimentos.

Das dez empresas selecionadas, seis estão inseridas nos programas de incubação e de pré-incubação da Inova Metrópole, que classificou as startups a partir de seu nível (pré-incubada, incubada ou graduada) e engajamento nos eventos do ecossistema empreendedor. As empresas são Paytour, Surfmappers, E-Sig, Futebol Interativo, Velit e DrinkApp.

Além da Inova Metrópole, o programa “SebraeLab x Darwin Startups” também conta com a parceria das incubadoras Inpacta (UFRN) e Empreende (UNP), ITNC/IFRN e da Federação das Empresas Juniores do Estado do Rio Grande do Norte (RN Júnior).

Aceleração

Dividido em quatro encontros, “Diagnóstico 360”, “Customer Dev & Market Sizing”, “Building Great Product & People Development”, e “Fundraising e Pitch”, o programa de aceleração será conduzido por mentores que integram a equipe da Darwin Startups, aceleradora de empresas que foi eleita, em 2018, como a melhor do país.

De acordo com o gestor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) do Sebare/RN, Carlos Von Sohsten, a proposta do Programa é oferecer capacitação de alto impacto, transformando a startup em um período de tempo mais curto, diferente das acelerações convencionais que duram, em média, seis meses.

“A intenção do Programa é focar nos resultados e aumento de performance de indicadores empresariais. Procuramos desenvolver um novo mindset empreendedor no participante, alinhado ao atual momento empresarial enfrentado pelas empresas diante do impacto da aceleração da transformação e inclusão digital”, aponta o gestor.

 

 

Plataforma para comércio de fotos de crossfit lança novo design em seu marketplace

26/06/2019 | Ascom/IMD | INOVA | EMPREENDEDORISMO


 

Para garantir mais visibilidade ao mundo do crossfit e inovar a forma de comprar e  vender imagens do ramo de esportes, a CrossMappers, empresa vinculada à incubadora Inova Metrópole, do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), lançou, nesta semana, um novo design para sua plataforma de venda.

O novo layout do site, que permite que fotógrafos de crossfit comercializem seus trabalhos de maneira online, garante ao usuário mais facilidade de navegação, otimizando o processo de busca, divulgação e comércio de imagens.

“A nova identidade visual foi desenvolvida para transmitir sua essência e agilidade, acompanhando seus atletas e fotógrafos. Já o novo design é mais limpo e moderno, propiciando uma melhor usabilidade e experiência do usuário na navegação”, explica Ana Helena Peres, designer da empresa.

Toda a reestruturação do site tem como principal intuito o de facilitar o acesso e fazer com que mais pessoas possam usufruir da plataforma, que, além de praticidade, promove valorização do trabalho de fotógrafos potiguares.

“Antes os fotógrafos comercializavam suas fotos de modo manual, por Whatsapp, Facebook ou falando com os clientes, um por um. Com a CrossMappers, tornou-se muito mais fácil para os fotógrafos venderem seus trabalhos, já que está tudo em um só lugar”, aponta Victor Hugo de Carvalho, CEO da empresa.

CrossMappers

A CrossMappers foi pensada justamente para inovar e oferecer aos produtores de imagens um espaço prático, dinâmico e cômodo para comércio e divulgação de seus trabalhos.

Funcionando como um marketplace, o site oferece ao usuário cadastrado a opção de comprar ou vender fotos de esportes, atletas, eventos e tudo o mais ligado ao mundo do crossfit.

“Quando acontecem eventos em academias, por exemplo, são vários os atletas que participam e, muitas vezes, fica difícil para eles acessarem as fotos desses momentos. A plataforma surge como uma solução para isso”, aponta o CEO.

Mercado promissor

Vinculada à Inova Metrópole desde 2016, a empresa já conta com 15 mil usuários cadastrados na plataforma CrossMappers. Além disso, em um ano de funcionamento, já foram vendidas mais de 10 mil fotos.

Segundo os seus desenvolvedores, o site surgiu a partir de uma demanda de seus próprios clientes, que, com o surgimento da SurfMappers – que oferece um serviço semelhante na área de surfe – sinalizaram interesse em um produto semelhante para o ramo do crossfit.