Notícias

Empresa da Inova Metrópole lança aplicativo delivery de bebidas nesta terça-feira no Sebrae

13/05/2019 | Ascom/IMD | INOVA | EMPREENDEDORISMO


A comodidade de um delivery de bebidas com grande quantidade de opções de marcas, preços de entrega mais baixos e a escolha do estabelecimento comercial mais perto de sua casa. Essas são apenas algumas das vantagens de um aplicativo de celular local, o Drinkapp, cujo lançamento oficial acontece nesta terça-feira (14), na sede do Sebrae, em Lagoa Nova, às 19h.

Criado por um grupo de três recém-formados em Engenharia da Computação na UFRN, o Drinkapp oferece vantagens não apenas para o consumidor final, mas também para os comerciantes que queiram se cadastrar no serviço: são aceitos desde bares e lojas de conveniência, passando por empresas distribuidoras, até pequenos fabricantes, como é o caso de produtores de cerveja artesanal.

Evento

O evento de lançamento do Drinkapp, que vai acontecer no espaço SebraeLab, deve reunir boa parte dos atores do ecossistema de bebidas na cidade, funcionando não apenas para divulgar o novo serviço, mas também se constituindo em um lugar de networking para quem atua no setor.

Segundo o diretor de operações do serviço, Álvaro Negreiros, vão estar presentes desde empresas distribuidoras de bebidas, passando por donos de bares, lojas de conveniência e supermercados, até representantes de empresas adquirentes de pagamentos, ou seja, as operadoras das máquinas de cartão de débito e de crédito.

“Vamos ter um evento em que vão estar o fornecedor, o comerciante e até mesmo digital influencers, ou seja, vamos ter uma espécie de minifeira de convenções, o que é bom porque ajuda a melhorar o segmento de bebidas de Natal”, conta o diretor. O lançamento conta com uma lista de convidados, mas, para quem quiser uma vaga, ainda pode tentar conseguir por meio de mensagem no perfil do Instagram do Drinkapp.

Benefícios

Negreiros explica que, para as empresas que se vinculam ao aplicativo, os benefícios estão relacionados ao fato de que o Drinkapp não cobra nada para que se cadastrem, trabalha com margens de comissão acessíveis e realizam as transações financeiras de forma mais rápida do que aplicativos de delivery de grande porte.

“Como somos voltados para o segmento de bebidas, trabalhamos com taxas mais baixas e nos preocupamos com um repasse mais ágil para o comerciante, para que ele tenha dinheiro em caixa com maior rapidez”, explica o diretor. Segundo ele, o aplicativo não deixa de também funcionar como uma espécie de vitrine para o comércio do cadastrado.

Apesar de se voltar para o setor de bebidas, o Drinkapp também trabalha com outros tipos de produtos, mais especificamente àqueles com os quais as empresas cadastradas atuam, como é o caso de chocolates e salgadinhos de lojas de conveniência, por exemplo.

Promoção

E, para comemorar seu lançamento, o Drinkapp está realizando uma promoção para as empresas que se cadastrarem até a próxima quinta-feira (15): elas ficarão isentas de taxas pelo prazo de três meses, mesmo usando o serviço de maneira integral. Já para aquelas que se cadastrarem depois do dia 15 de maio, a promoção proporciona uma carência de um mês sem o pagamento de taxas.

Para o consumidor final, o aplicativo funciona da seguinte maneira: basta entrar na Play Story (para celulares Android) ou App Story (para sistema iOS) e procurar o programa pelo seu nome (Drinkapp). Em seguida, baixa-se o software e se realiza um breve cadastro.

Assim que se abre o aplicativo, as lojas do setor aparecem na tela do celular de acordo com a proximidade da localização do usuário e seu horário de funcionamento, contando com uma relação dos produtos que vendem e seus respectivos preços, além do valor de entrega para o endereço desejado.

“O tempo de entrega costuma ser curto, porque mostramos para o usuário o estabelecimento mais próximo dele, e o preço do delivery varia, em média, entre R$ 8,00 e R$12,00”, conta Negreiros. Ele ainda destaca um fator social relacionado ao aplicativo, que diz respeito ao estímulo de se evitar dirigir sob o efeito de álcool. “Pra que pagar R$ 3 mil de multa, se você pode pagar apenas R$ 10,00 de entrega”, questiona.

História

O Drinkapp foi lançado de maneira informal há cerca de um mês, em uma versão de teste, com o objetivo de verificar possíveis problemas técnicos. Agora o aplicativo vai entrar em cena de maneira oficial, sendo gerido, além de Álvaro Negreiros, pelos sócios Gabriel Signoretti e Miguel Rocha.

O trio criou a empresa B2Soft, responsável pelo desenvolvimento do Drinkapp, mas que também funciona como um software house, desenvolvendo aplicativos e sistemas de TI de modo geral. Seu primeiro trabalho foi justamente a criação de um aplicativo para o perfil do Instagram Gela Natal, que faz a divulgação de promoções de bebidas na cidade e que se constitui atualmente no maior parceiro na área de marketing do Drinkapp.

A B2Soft faz parte da incubadora de empresas Inova Metrópole, do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN). Ela se vinculou ao programa de pré-incubação do órgão no ano passado. Seus sócios são todos oriundo do curso de Engenharia da Computação do UFRN e parte deles faz mestrado em áreas correlatas atualmente.

Investimento para startups será tema de apresentação de empresa da Inova Metrópole no Startup Day

10/05/2019 | Ascom/IMD | EVENTO | INOVA


 

Com o propósito de reunir atores da inovação tecnológica para um dia de troca de experiências e debates, o Startup Day, maior evento de empreendedorismo inovador do Brasil, contará, em meio a uma intensa programação, com uma mesa redonda voltada para a exposição de cases de investimento financeiro aplicados às startups.

Para conduzir esse momento, a programação contará com a participação de Anderson Araújo, CEO da Inovall, empresa vinculada à incubadora Inova Metrópole, do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN). O Startup Day acontece no próximo dia 18 de maio, na sede do Sebrae, em Natal, e é organizado pela comunidade de empreendedorismo inovador do Estado.

Proposta

Segundo Anderson Araújo, a proposta é partilhar conhecimentos fundamentais para quem deseja inovar no mercado e precisa saber o melhor caminho para investir. “Para nós, é uma oportunidade de partilhar tudo o que esse ecossistema nos proporcionou, de modo a formar os participantes e alertar quanto aos erros mais comuns na hora de investir”, conta ele.

Na ocasião, Anderson Araújo, junto com Felipe Neves, responsável pela empresa Fix It, informará sobre os melhores momentos para startups levantarem capital, os cuidados que devem ser considerados pelos empreendedores e outros fatores importantes da área, sempre exemplificados por cases de investimento.

A apresentação acontecerá às 14h30, na Tecnova Station, espaço localizado na sede do Sebrae, localizada Avenida Lima e Silva, 76, no bairro de Lagoa Nova.

Para mais informações sobre o evento, acesse o SITE.

Inovall

Atuando no mercado tecnológico local e de outros Estados, a Inovall é uma empresa especializada na criação de uma plataforma online que reúne informações estratégicas para quem deseja empreender. Nela são expostos dados sobre nichos de mercado, hábitos de consumo local, perfis de compradores, entre outras referências.

A ferramenta desenvolvida oferece dados oriundos de mais de 200 fontes diferentes, como Receita Federal, secretarias, entidades do ramo e telefonia, entre outras. A solução tecnológica é acessível tanto por empresas privadas como por setores governamentais.

Anderson Araújo

Bacharel em sistemas de informação e autodidata em big data e inteligência artificial, Anderson Araújo trabalha com tecnologia desde os 13 anos de idade.

Sua atuação no mercado tem contribuído consideravelmente para impactar e inovar a indústria local e de outros Estados do Brasil, sendo responsável por desenvolver soluções especializadas em potencializar os resultados de vendas e de empreendedorismo de seus clientes.

 

Parque Tecnológico promove palestra sobre benefícios fiscais

08/05/2019 | Elis Lopes | PARQUE TECNOLÓGICO


O Parque Tecnológico Metrópole Digital promoveu, na tarde da última terça-feira (07), uma palestra com auditores-fiscais da Secretaria Municipal de Tributação (Semut/Natal) com o tema “Benefícios Fiscais Municipais: onde iremos tirar possíveis respostas e dúvidas”. Em pauta os benefícios fiscais voltados para empresas e startups credenciadas ao Parque ou com interesse em se credenciar.

O objetivo maior foi orientar e sanar as dúvidas dos empresários no que diz respeito a solicitação e obtenção dos descontos. Quem falou sobre o tema foi o auditor-fiscal, Wander Franco, que expôs um panorama acerca do credenciamento das empresas e instituições científicas tecnológicas, bem como os requisitos necessários para concessão e manutenção de qualquer benefício fiscal.

O auditor destacou que algumas das principais dificuldades das empresas em obter esses benefícios são a regularidade fiscal e cadastral. “As dificuldades encontradas pelas empresas que estão credenciadas ao Parque Tecnológico e que querem ter os benefícios fiscais no município de Natal são basicamente relacionadas a questão cadastral. Muitas delas ainda não possuem o cadastro imobiliário e mobiliário em dia, dessa forma, muitas entram pedindo processo (benefício) mas têm seu pedido negado por conta disso”, destaca.

Edmilson Juvino, presidente da comissão, participou tirando as dúvidas dos participantes.
Wander Franco, presidente da comissão, participou tirando dúvidas dos participantes do evento

Ainda de acordo com Franco, a irregularidade fiscal também é um agravante. “Fora isso, outra dificuldade é a regularidade fiscal. Hoje para empresa ter o benefício em qualquer desses impostos é necessário estar em dia com o município”, acrescenta.

Ao final da palestra, o presidente da comissão, Edmilson Juvino, e os também auditores-fiscais, João Batista e Pedro Tavares, tiraram dúvidas dos empreendedores. O momento foi esclarecedor e a perspectiva é de que os processos ganhem mais agilidade a partir de agora, que os empresários estão cientes de todos os trâmites necessários para obter os benefícios.

Empresa da Inova Metrópole promove oficina de robótica no Startup Day

08/05/2019 | Ascom/IMD | INOVA | EMPREENDEDORISMO


 

Potiguares apaixonados por robótica, programação e automação de hardware contarão, no dia 18 de maio, na sede do Sebrae, com uma oportunidade exclusiva para aprender e pôr em prática suas habilidades: a “Oficina de Robótica e Competição”.

Acontecendo dentro do Startup Day – maior evento de empreendedorismo inovador do Brasil – o workshop será ministrado pela Natal Makers, empresa vinculada à incubadora Inova Metrópole, do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN).

O CEO da incubada e ministrante da oficina, Marcos Oliveira, explica que o workshop será dividido em três etapas e tem por objetivo proporcionar um espaço para que os participantes apliquem suas habilidades em robótica.

“Em um primeiro momento, a gente fará uma breve introdução prática a respeito da robótica, discorrendo sobre sua estrutura e planejamento. Em seguida, acontecerá a programação e montagem de robôs. Por fim, o terceiro momento é destinado à competição, o torneio em si, entre os participantes” explica o CEO.  

Para o momento da disputa robótica, a estimativa é que se formem quatro grupos de competidores, segundo Marcos Oliveira, que também aconselha a cada equipe levar um notebook a fim de trabalhar no aperfeiçoamento de seus robôs para a competição.

A oficina – voltada a estudantes das áreas de Tecnologia da Informação (TI) e de Engenharia, além de makers e entusiastas da robótica – acontecerá às 9h, no SebraeLab, localizado na sede do Sebrae, em Natal. Os interessados podem se inscrever gratuitamente por meio do site do evento, disponível neste LINK.

Natal Makers

Incubada na Inova Metrópole e credenciada ao Parque Tecnológico, maior ambiente de inovação e de empreendedorismo tecnológico do Estado, a Natal Makers oferece aos desenvolvedores (makers) de tecnologia diferentes serviços e produtos, promovendo suporte de “uma ponta à outra”.

A proposta da empresa é atender às necessidades de quem usa, cria ou ensina temas como robótica, prototipagem, eletrônica, entre outros. Para isso, a Natal Makers oferece ferramentas, peças, cursos entre outras soluções e serviços.

“Se você quer criar alguma coisa, sabe fazer isso, mas não tem as peças, a gente facilita, comercializando o material. Se quer implementar uma ideia, mas não sabe como fazer, a gente oferece cursos de capacitação. Já se você tem uma ideia e não quer fazer você mesmo, a gente desenvolve os equipamentos e a prototipagem”, explica o CEO. 

Participando pela primeira vez do Startup Day, a Natal Makers conta com uma equipe formada por profissionais de diferentes formações e especialidades, como engenharias mecatrônica e mecânica, sistemas de computação e TI.

Startup Day

Iniciativa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Startup Day é o maior evento do ecossistema de empreendedorismo inovador do país, acontecendo simultaneamente em diversas cidades do Brasil.

A programação é intensa e dinâmica e aborda temas diversos, relativos à transformação digital, indústria 4.0, investimento para startups, comunicação, entre outros. Todas as atividades acontecerão na sede de Sebrae RN, localizada na Avenida Lima e Silva, 76, no bairro de Lagoa Nova.

Para mais informações, acesse o SITE.

 

Parque Tecnológico é apresentado a parlamentares em Brasília

26/04/2019 | ASCOM | EMPREENDEDORISMO | PARQUE TECNOLÓGICO | TECNOLOGIA


O diretor do Parque Tecnológico Metrópole Digital, professor Anderson Paiva Cruz, se reuniu, nesta semana, com parlamentares e membros da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática, vinculada ao Senado Federal.

O intuito do encontro, que aconteceu em Brasília (DF), foi o de discutir e apresentar projetos de tecnologia e inovação vinculados ao Parque Metrópole, bem como trocar ideias e experiências sobre a importância desse tipo de investimento para a economia brasileira.

Estiveram presentes o ministro de Estado Marcos César Pontes, titular do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e representantes de diversos parques tecnológicos do Brasil.

“A proposta dessa reunião foi apresentar ao governo ações desenvolvidas nos parques tecnológicos que dizem respeito a áreas estratégicas para a economia nacional, como conhecimentos de cidades inteligentes, inteligência artificial, internet das coisas, entre outras”, conta Anderson Cruz.

Parlamentares do MCTIC demonstram interesse nesse tipo de ação e enfatizam sua importância para a produção e desenvolvimento sustentável no país. “Nós, do Instituto Metrópole Digital (IMD), produzimos conhecimento e tecnologias exatamente nesses setores estratégicos”, aponta o diretor do Parque Tecnológico.

Após os debates, Anderson Cruz ainda fez uma visita à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O encontro serviu para que o professor apresentasse o IMD e estreitasse os laços entre as duas instituições.

A reunião com parlamentares realizada nessa quarta-feira (24) foi uma prévia de futuros encontros, que, segundo o diretor, aproximarão ainda mais os parques tecnológicos de todo o Brasil com o governo federal, de modo que se promova apoio e fomento à inovação e desenvolvimento tecnológico no país.

Inovação nacional

O desenvolvimento tecnológico no Brasil tem sido enfatizado nos últimos anos. Segundo dados do da InovaData, vinculada à Universidade Federal de Viçosa (UFV), o país já conta com 60 parques tecnológicos espalhados em diversos Estados.

Além disso, 369 incubadoras de empresas estão espalhadas em todo o território nacional. Para Anderson Cruz, esses números refletem o crescente valor desse tipo de investimento, que agrega a economia do conhecimento aos modelos industriais adotados no Brasil.

De acordo com o diretor do Parque Tecnológico Metrópole Digital, muito se fala sobre os riscos que a tecnologia pode trazer ao mercado de trabalho, como o desaparecimento de determinadas funções e profissões.

“No entanto, o que temos percebido é que essas empresas inovadoras trazem ao mercado uma oferta considerável de empregos. Prova disso é o aumento do número de startups nos últimos anos e quantas pessoas foram empregadas nesse tempo”, completa o diretor.

Pré-incubada lança aplicativo de venda e entrega de bebidas

24/04/2019 | ASCOM IMD | INOVA


A B2Soft, empresa pré-incubada na Inova Metrópole, lançou, nesta semana, o DrinkApp, seu aplicativo de delivery de bebidas. A aplicação é especializada para o mercado, possibilitando condições mais favoráveis às lojas parceiras e menores preços ao consumidor final.

Com funcionamento simples, o aplicativo leva opções e praticidade ao consumidor, enquanto possibilita maior alcance de venda às empresas credenciadas. Ao interessado, basta abrir o app, escolher a loja e as bebidas e aguardar a chegada do pedido. A forma de pagamento fica a cargo do fornecedor, acontecendo sempre na entrega do produto.

Com quatro lojas já cadastradas e expectativa de mais 12 para as próximas semanas, o DrinkApp “é o Ifood da cachaça”, como explica o sócio da B2Soft, Miguel Rocha.

O diferencial do aplicativo está na especialização para o mercado de bebidas, o que traz maior agilidade na movimentação financeira do estabelecimento. Além disso, o usuário do DrinkApp contará com mais variedade de opções, já que o aplicativo agrega produtos de lojas dos mais diversos bairros de Natal.

A ideia surgiu após a participação de Rocha em evento de tecnologia em 2017. “Fizemos uma pesquisa de campo e percebemos que a ideia era bastante promissora”, conta o sócio. O modelo de funcionamento do aplicativo é aberto, podendo ser utilizado em outras regiões do Rio Grande do Norte e de outros Estados.

A B2Soft entrou para pré-incubação na Inova em novembro de 2018. A empresa também que desenvolve aplicativos e sistemas de Tecnologia da Informação sob demanda.

Jerimum Jobs passa a receber inscrições de toda a UFRN e de outras universidades do Estado

23/04/2019 | ASCOM | PARQUE TECNOLÓGICO


A plataforma Jerimum Jobs, serviço oferecido pelo Parque Tecnológico Metrópole Digital, cujo objetivo é conectar empresas de Tecnologia da Informação (TI) a estudantes e profissionais que atuam na área, acaba de lançar uma nova versão.

Voltado para o anúncio de oportunidades de emprego, estágio e bolsas, a ferramenta teve várias mudanças de funcionalidade e expandiu seu raio de alcance, podendo receber inscrições de alunos de todos os cursos da UFRN, além de também ficar disponível para estudantes de outras instituições de ensino.

Assim, seu público em potencial se amplia para dezenas de milhares de pessoas e não mais apenas para profissionais de cursos como Ciência da computação, Engenharia da Computação, Engenharia de Software e Bacharelado em Tecnologia da Informação – para os quais era dada mais ênfase anteriormente.

Anteriormente, o Jerimum Jobs voltava-se aos estudantes da área de Tecnologia, em especial àqueles matriculados na UFRN. A administração do Parque, no entanto, percebeu a necessidade das empresas de TI em contratar estagiários ou profissionais que não tenham formação na área, mas que são necessários aos seus quadros funcionais.

Além disso, a plataforma ainda passa a acolher o cadastro de alunos da UERN, da Ufersa e das unidades do IFRN, dentre outras instituições de ensino. 

Outros estados

A expansão da plataforma também vai se dar para empresas de fora do Rio Grande do Norte. É que negócios de TI de outros estados do país vão poder anunciar suas vagas de estágio e emprego na ferramenta, desde que tais vagas sejam para atuação no Estado.

“A ideia, com isso, é expandir as oportunidades, mas ao mesmo tempo manter e atrair os talentos profissionais para o Rio Grande do Norte”, explica o diretor do Parque Tecnológico, Anderson Paiva Cruz.

 Ele ainda esclarece que o Jerimum Jobs também aceita o cadastro de empresas que não tenham sua atividade fim voltada para a área de TI, contanto que seu objetivo seja o de disponibilizar vagas nesse campo.

Com todas essas diretrizes em mente, a equipe do Parque Tecnológico vem dialogando com coordenadores de cursos da área de TI de outras universidades, com o objetivo de estimular que estudantes de foram da UFRN também adiram à plataforma.

Interatividade

A nova versão da plataforma ainda apresenta funções voltadas para melhorar a interatividade tanto com as empresas como com os candidatos. Uma delas é voltada para os estudantes da UFRN, que poderão fazer seu cadastro por meio do sistema interno da Universidade, o Sigaa, o que vai agilizar a inscrição no Jerimum Jobs.

E, para o público em geral, a plataforma agora disponibiliza que, ao cadastrar-se, o estudante ou profissional receba notificações sempre que uma vaga em sua área de atuação for lançada. Em contrapartida, as empresas inscritas serão notificadas cada vez que um candidato demonstrar interesse em suas vagas.           

“Antes o candidato se cadastrava no Jerimum e não tinha informação nenhuma de quando surgia uma nova vaga em sua área; ele tinha de acessar a plataforma e pesquisar. O grande diferencial técnico foi justamente esse: a comunicação do sistema com os candidatos, bem como com as empresas.

Nessa versão, candidatos e empresas sempre serão notificados quando novas oportunidades forem cadastradas”, esclarece o um dos administradores da plataforma, Danilo Câmara.

Ele conta ainda que, semanalmente, os candidatos cadastrados na plataforma receberão uma espécie de “agenda da semana”, com informações sobre as vagas abertas nos últimos dias, além de uma atualização daquelas que já estavam cadastradas.  

Desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN), o Jerimum Jobs está em funcionamento desde 2018.

Conheça a plataforma acessando o seu endereço eletrônico: https://jerimumjobs.imd.ufrn.br

Paytour e Futebol Interativo, incubadas da Inova, são selecionadas para a Inovativa Brasil

17/04/2019 | Larissa Cavalcante | INCUBAÇÃO | EMPREENDEDORISMO


A Inova Metrópole, incubadora de empresas do Parque Metrópole, está sempre estimulando os seus incubados e pré-incubados a se aperfeiçoar e participar de eventos do ecossistema empreendedor. Mais um resultado disso pode ser observado com a seleção de duas startups da incubadora para participar do Ciclo de Aceleração do InovAtiva Brasil 2019.1, em São Paulo, a Paytour e a Futebol Interativo.

O Paytour é uma startup potiguar de reservas online voltadas para o turismo receptivo, que terá a oportunidade de estabelecer conexões com investidores e parceiros estratégicos de todo o Brasil durante os quatro meses de duração do Ciclo da Inovativa. A startup potiguar será acompanhada por um mentor diretamente ligado ao turismo e ainda se aproximará de outros especialistas e startups do Brasil para trocar ideias.

A expectativa do CEO da empresa, Marcus Borges, é “que durante esse período a Paytour possa adquirir expertises que ajudem a minimizar possíveis erros em áreas estratégicas do negócio, além de potencializar o networking”.

A Futebol Interativo também foi uma das startups selecionadas. Focada na capacitação profissional de quem se interessa por futebol e quer seguir carreira na área, a empresa tem como diferencial a inovação tecnológica promovida pelas aulas online, com transmissões ao vivo, serviço para tirar dúvidas e fórum exclusivo para cada turma.

O Ciclo de Aceleração do InovAtiva Brasil 2019.1 oferece capacitações em empreendedorismo com especialistas de todo o Brasil, além de uma grande rede de investidores, empreendedores e executivos que auxiliam as startups com informações, conselhos e contatos, prestando serviços de mentoria. A ação é promovida pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDCI) e Sebrae, e executado pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI).

Construtor Digital lança plataforma para gestão de empresas de construção e energia solar

17/04/2019 | Ascom/IMD | INOVA | EMPREENDEDORISMO


A empresa Construtor Digital , software house inserida no programa de pré-incubação da Inova Metrópole, realizou nesta semana o lançamento da Obrasnet, uma plataforma online para gestão de projetos e controle financeiro de empresas das áreas da construção civil e energia solar. Já em funcionamento, a plataforma pode ser acessada mediante o cadastro em seu endereço online.

Desenvolvida ao longo do último ano, a Obrasnet tem por objetivo oferecer ao usuário um panorama detalhado sobre as obras e a gestão administrativa da empresa usuária, mostrando informações como dados contábeis (para o controle financeiro), gestão de projetos, Business Intelligence, organização e análise de dados, além da geração de gráficos.

Para isso, a Obrasnet dispõem de uma interface intuitiva e de fácil aprendizado que, de acordo com o gerente comercial da Construtor Digital, Bruno Marinho, é um dos principais diferenciais da plataforma.

"A Obrasnet é extremamente intuitiva, o visual é agradável e os processos são bem diretos. Isso garante um período de treinamento (adequação do usuário para o uso da plataforma) menor e, em alguns casos, até a extinção do treinamento. Para nós, a fácil adaptação de um novo cliente ao sistema é fundamental para que ele tenha sucesso com o uso da ferramenta”, aponta Marinho.

Ele também destaca que outro diferencial da Obrasnet é oferecer um painel de Business Intelligence, por meio do qual a empresa usuária consegue visualizar e centralizar informações de diversos projetos com segurança e autonomia para tomar decisões com facilidade, em qualquer projeto que esteja desenvolvendo.

Além disso, a plataforma também oferece a possibilidade de criar usuários individualizados de acordo com o papel que os colaboradores desempenham no sistema, o que por sua vez aumenta a transparência na utilização da plataforma.

Funcionando no modelo de um software com serviços, a plataforma dispõem de dois tipos de assinatura: “Fourier” ou “Bhaskara”. O valor das duas varia de acordo com os serviços ofertados e o usuário pode “experimentar” o primeiro mês gratuitamente.

A plataforma pode ser acessada no link https://www.obrasnet.com/#inicio

Os sócios da empresa devidem-se em três áreas de atuação para fazer uma gestão focada de cada aspecto. Foto: Cícero Oliveira.

Construtor Digital

Pré-incubada na Inova Metrópole desde outubro de 2018, a Construtor Digital é uma software house, empresa voltada para construção de programas de computador (softwares) que também desenvolve aplicativos e sites sobre demanda.

Responsável por todo desenvolvimento da Obrasnet, a startup é formada pelo engenheiro mecânico Bruno Marinho, pelo engenheiro civil e principal desenvolvedor da empresa Adriano Gomes, e pelo engenheiro de computação Luiz Gustavo Bezerra, responsável geral por toda a área de Tecnologia da Informação (TI).

Para Bruno Marinho, o desenvolvimento da plataforma Obrasnet constitui-se em uma das principais realizações da Construtor Digital. “Este está sendo um ano especial para a empresa, também porque outras parcerias vêm se formando. E para conquistar realmente esse mercado, vamos precisar dar vários outros passos à frente, e esse foi apenas um deles”, diz o empreendedor.