Notícias

Inova Metrópole é reconhecida como Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos

14/11/2018 | Ascom/IMD | INOVA



 

A Inova Metrópole, incubadora de empresas do Parque Tecnológico Metrópole Digital, foi reconhecida nesta semana como um Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne). A certificação representa a constatação da capacidade da Inova para selecionar boas ideias e transformá-las em negócios inovadores e bem sucedidos, de forma sistemática e repetida.

O Cerne é uma criação da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), em parceria com o Sebrae. O reconhecimento foi atribuído à incubadora após a realização de uma auditoria em outubro deste ano, tendo o resultado sido divulgado na última terça-feira (12). A cerimônia de certificação vai acontecer em Brasília, no dia 6 de dezembro.

Existem apenas 17 incubadoras certificadas pela Anprotec em todo o Brasil. No Rio Grande do Norte, além da Inova, estão presentes outras duas: a ITNC, do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), que recém completou 20 anos de história; e a Iagram, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), que tem mais mais de 10 anos de existência.

“Somos uma incubadora muito jovem que já conseguiu esse nível de maturidade, e isso é muito bom do ponto de vista dos editais, porque eleva as potencialidades de captação de recursos, tanto para a incubadora como para as empresas incubadas”, comemora a gerente executiva da Inova, Iris Pimenta. A incubadora tem apenas cinco anos de funcionamento.

Segundo outro membro da equipe da Inova, a gerente operacional Raquel Maciel, a certificação do Cerne é inclusive exigida para que se possa participar de alguns editais de fomento para empresas, o que deve abrir novas oportunidades para a incubadora do Parque Metrópole.

O objetivo da Anprotec é estimular as incubadoras a incorporar boas práticas, garantindo sustentabilidade, com melhores práticas, melhor funcionamento e bom atendimento com os serviços oferecidos aos incubados.

Devido à complexidade e ao número de variáveis, o Cerne é estruturado em um modelo que julga a capacidade da incubadora em gerar empreendimentos de sucesso de maneira contínua. Para avaliar esse critério e outros, foram criados quatro níveis crescentes. A Inova foi qualificada no primeiro deles.